Exposição Virtual Grito Rock 2011

Núcleo de Poéticas Visuais – FDE

Núcleo de Poéticas Visuais FdE – embrião proliferante

Sabemos que a música se alimenta de uma estrutura técnica e artística transversal que une designers, artes visuais, elementos cênicos, literários, audiovisuais, etc. Dentro desta rede hoje, é como se cada parte que compõe esse todo transbordasse e trouxesse à tona as vontades de serem coadjuvantemente atores principais deste processo. Cada arte vem conquistando seu espaço e mostrando sua produção, concomitante ao fazer compartilhado na criação de suportes para fortalecer uns aos outros.

O ato criativo é resultado do desenvolvimento de uma poética própria, essa poética voltada às Artes Visuais tenta dar vasão aos processos relacionados à criação de imagens. Sejam elas físicas, virtuais, sensoriais ou corporais, atravessam e são atravessadas por diversas técnicas como pintura, desenho, fotografia, graffiti, intervenções urbanas, vídeoarte, web art, enfim, as inúmeras interfaces da arte atual.

A necessidade de criação de um Núcleo que pudesse dar conta dessa produção, emerge do que já  faziam parte do cotidiano de alguns coletivos como o Macondo com a Sala Dobradiça, o Goma, o Pegada, o Difusão e vários outros. Além das atividades relacionadas à arte e exposições mensais, coletivos começaram a inserir em seus eventos e festivais a produção de artistas visuais independentes como grafiteiros, coletivos artítiscos, performers, intervenções, instalações, tanto quanto apresentação teatrais, o que acabou por conferir a tais eventos a denominação “festivais de artes integradas”.

A partir do III Congresso Fora do Eixo começou a se delinear uma proposição de integração dos artistas visuais ao Design Fora do Eixo, núcleo já consolidado e que dava conta das identidades visuais do circuito, e como um primeiro trabalho em conjunto começou-se a pensar o Compacto.art, com função similar ao compacto.rec, e que funcionaria como uma maneira de distribuição virtual de trabalhos de arte como fotografias, poster arte, cartazes, desenhos, ilustrações.

O que viria a ser uma espécie de sub-núcleo ganhou força no Curso de Capacitação Cineclubista oferecido pelo Programa Cinemais Cultura, no Rio de Janeiro, onde através de reuniões presenciais, durante uma semana, encontraram-se diariamente Macondo (Alessandra), Goma (Lucas Lopes), Lumo (Laura), e Ana Paula Araújo. As discussões desse pequeno grupo giraram em torno de buscar um fortalecimento e uma definição do conceito que diferencia trabalhos de arte de trabalhos de design, no que tange a função específica de cada um, sem questionar o igual empenho e criatividade artística de ambos. Pois esse novo grupo teria que dar conta de suprir suas próprias demandas, que são diferentes das demandas gerais do Núcleo de Design.

Foi criado então o Núcleo de Poéticas Visuais, grupo que daria conta  de realizar ações que perpassariam um campo conceitual, estético e subjetivo e que daria oportunidade a todos de mostrarem seus trabalhos autorais imagéticos, independente de formação artística.

A busca pela transversalidade e interdependência criativa das diferentes áreas artísticas é também a intenção desse Núcleo, como exemplifica Lucas Lopes, em um dos primeiros textos divulgados para a rede: “os designers do Fora do Eixo, além de suas entregas ao Circuito fariam também trabalhos autorais, com sua própria poética, assim como o FEL em que a galera passa também a  produzir além do conteúdo da comunicação, textos em prosa e poesias, etc.”  Caminharíamos assim para uma dismistificação do artista especialista como criador, promovendo um alargamento dessa produção, partindo da premissa de que todo o indivíduo é um ser criativo em potencial.

Estaríamos criando também uma plataforma de divulgação, distribuição, circulação, sustentabilidade enfim, estendendo os príncipios do Fora do Eixo também a área das artes visuais, criando uma espécie de vitrine buscando alternativas diferentes das alicerçadas nas instituições mercadológicas e comerciais que também integram o sistema das artes.

Desenvolver, discutir e fomentar ações am Artes Visuais dentro do Circuito, valorizando a integração das artes e sua interdependêcia, fazem parte do planejamento para 2011 através de ocupações, imersões e divulgação das atividades do núcleo nos vários eventos nacionais do Fora do Eixo. Para tanto iniciamos um Mapeamento das atividades e parcerias relacionadas à area, na primeira semana de janeiro e de quatro coletivos envolvidos, hoje somos vinte e quatro com representante no Núcleo: o Grupo Coletivo77, Underground, AurorA, Pé-de-Cabra, Megalozebú, Peleja, Sem Paredes, Gripo Auê, Corrente Cultural, Enxame Coletivo, AjuntaÊ, CECAC, Pegada, Coletivo Palafita, Difusão, Goma, Macondo Coletivo, Canoa Cultural, Fuligem, Veneta, Colcheia, Catraia, Maieutica, e Massa Coletiva.

 

Circuito Fora do Eixo
Núcleo de Artes Visuais / Subnúcleo de Poéticas Visuais

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Baixe o Real Player

Instruções para download da Exposição

Licença Creative Commons
A obra Blog - Exposição Virtual _ Poéticas Visuais FDE de Núcleo de Poéticas Visuais FDE foi licenciada com uma Licença Creative Commons - Atribuição - Uso Não-Comercial - Obras Derivadas Proibidas 3.0 Brasil.
Permissões adicionais ao âmbito desta licença podem estar disponíveis em http://www.creativecommons.org.br/.Pode encontrar algumas dicas sobre como marcar a sua obra em http://wiki.creativecommons.org/
%d blogueiros gostam disto: